Paradoxo do avô

Paradoxo do avô

 

    O paradoxo acontece da seguinte maneira: uma pessoa viaja para o passado e mata o seu avô antes dele conhecer a sua esposa, (que é a avó da pessoa que o matou). Dessa maneira, a existência dessa pessoa torna-se impossível.
 
    Surge então um paradoxo temporal e um conflito lógico de existência a partir do momento em que se altera os acontecimentos do passado responsáveis pela sua existência.
 
    Os cientistas e criticos, acham que há duas ipotses do que pode aconteçer:
 
 
    1ª- Algo ocorre mal e o avô não morre, como por exemplo a arma não dispara ou o avô vai para o hospital e sobrevive;
 
Ou
 
        2ª- O neto viaja para outro universo (paralelo) e mata o avô do seu correspondente (a pessoa igual/parecida com ele) noutro universo.
 
 
 
    Explicação:
 
    Um universo deverá se como um espelho e seus habitantes são os mesmos que no nosso universo, quer dizer que, ao matar seu avô nesse outro universo, você não causaria mal algum à existência de seus pais e à sua existência, pois seu avô na realidade não sofreu dano algum, mas, nesse universo paralelo você não existiria. Levando em conta todas essas explicações, não existiria o ciclo de existência e não-existência das pessoas envolvidas nessa viagem.
 
 
 
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Paradoxo_do_av%C3%B4