Martin Gardner

Martin Gardner

    Martin Gardner nasceu a 21 de Outubro de 1914, nos Estados Unidos da América, em Tulsa, Oklahoma. Depois de se formar em Filosofia, em Chicago, dedicou o seu tempo ao jornalismo. Os seus trabalhos incluem a matemática, a crítica literária e até mesmo filosofia.

    Em 1956, começou os jogos de matemática lendários com a sua coluna mensal, “Mathematical Games", na Scientific American , que durou quase 25 anos, entre 1956 e 1981. Estes artigos são publicados em mais de uma dúzia de livros, e numa verdadeira "bíblia" da matemática recreativa do nosso tempo, incluindo artigos interessantes sobre xadrez e as suas variantes. Em toda a sua vida soma um total de cerca de 70 livros. Martin Gardner recebeu vários prémios pela divulgação da matemática, através dos seus livros e das suas colunas nas revistas.

    Casado e com dois filhos, amantes da magia, no final da sua vida tinha procurado fundamentar o ilusionismo - actividade baseada em princípios, falar sobre a simetria das leis físicas, entre outras coisas.

    Martin Gardner, especialista e líder mundial em recreações matemáticas, agora falecido, o seu sucessor digno é Ian Stewart, que continua a liderar a secção de jogos de matemática mensal da revista Scientific American.

    Martin Gardner faleceu em 22 de Maio de 2010, aos 95 anos de idade, na sua casa em Norman, Oklahoma.

    Martin Gardner ficou para a história da Terra pelas suas obras fantásticas, pelo seu estilo matemático, pelos seus paradoxos, pela sua arte e a sua ciência.

 

Fontes: www.thales.cica.es / http://pt.wikipedia.org/wiki/Martin_Gardner